Os meus segredos de beleza que fazem poupar milhares de euros

Hoje vamos fazer contas, mas não precisas de trazer a máquina de calcular porque vou ajudar-te, passo a passo, a perceber quanto gastas para te manteres linda e maravilhosa. E quanto poderias poupar se fizesses algumas alterações nas tuas escolhas.

Antes de começar quero dizer três coisas muito importantes! Primeiro, eu sou a pessoa mais sem jeito para estas ‘coisas de beleza’ que podes imaginar, mas, se eu consegui aprender, tu também consegues. Se quiseres, claro!

Segundo, quero partilhar contigo que, no que diz respeito a cuidados de beleza, neste momento, eu faço TUDO em casa, desde cortar e hidratar cabelo, até manicures e depilações. TUDO! Mas, vou partilhar todas as minhas dicas, truques e preços contigo, aqui, hoje.

Terceiro, claro que se tiveres problemas de pele, ou não achares que estas são as melhores escolhas, é legitimo não fazeres nenhuma destas opções. Pensa nisto como um investimento e neste artigo como a minha sugestão.

Para ser mais fácil, vou dividir o artigo por secções, explicar cada uma delas e, no final, vamos ter uma soma global (que neste momento nem eu sei de quanto vai ser, mas estou muito curiosa por saber).

 

Quanto poupo com o meu cabelo?

Como já disse, estou numa fase em que faço tudo em casa. Cortar o cabelo sozinha foi a mais recente habilidade que desenvolvi e, depois de muitos vídeos e alguns erros, estou MUITO satisfeita com resultado. O mais curioso é que consegui inclusive modificar o tipo de corte. Estou espantada comigo mesma 😀

Para além de cortar, o que também faço com o meu cabelo, sem ser os cuidados básicos de higiene e limpeza é: hidratação profunda (também é recente e com ótimos resultados) e pintar.

 

Como poupar dinheiro com o cabelo?

Cortar: como já disse vi MUITOS vídeos de tutoriais no Youtube, especialmente para o tipo de corte que queria e de como fazê-lo sozinha. Depois foi só aplicar.

Hidratação: faço, neste momento, umectação com óleo de coco e estou surpreendida com o resultado. Também há muitos vídeos a explicar como fazer.

Pintura: como voltei à minha cor original, pinto apenas as raízes, o que significa que consigo aproveitar uma embalagem para 2 utilizações. Não utilizo o recipiente da embalagem para misturar, utilizo uma taça à parte e comprei um pincel. Depois é só guardar as embalagens de pintura (sem estarem misturadas, caso contrário já não é possível) bem fechadas e utilizar no mês seguinte.

Vamos a contas:

 

Quando eu gasto com o meu cabelo?

Corte: 0€
Hidratação: 5€ por frasco (2 vezes por ano)
Pintura: 10€ por embalagem (6 vezes por ano)
Total anual: 70€

 

Quando gastaria se fizesse tudo isto no cabeleireiro?

Corte: 10€ (2 vezes por ano)
Hidratação: 30€ (3 vezes por ano)
Pintura: 20€ (10 vezes por ano)
Total anual: 310€

 

 
Quanto poupo com o meu corpo?

Bem, em relação ao corpo a estratégia mantêm-se e faço TUDO em casa. Aqui preciso de partilhar que, há alguns anos, investi em foto depilação. Mas, como tenho muito poucos pelos e os que tenho são muito clarinhos, tive muita dificuldade em ver-me livre deles e os que consegui, voltaram, à exceção das axilas. Antes de ter feito foto depilação, fazia depilação com máquina e sentia uma redução no crescimento, depois passei a fazer com lâmina, porque sempre pensei em fazer laser mais tarde. Mas, recentemente, decidi que não ia voltar a fazer nada definitivo e voltei à máquina que utilizo em todo o corpo.

Ou seja, neste aspeto gasto apenas eletricidade. Para além disso faço esfoliação e hidratação com produtos naturais (à exceção de quando me oferecem produtos) e, por isso, acabo também por poupar muito com estas escolhas. Para esfoliar utilizo óleo de coco e açúcar e para hidratar um qualquer creme de corpo super barato ao qual adiciono óleo de amêndoas doces, ou utilizo simplesmente óleo de amêndoas doces.

Vamos a contas:

 

Quando eu gasto com o meu corpo?

Depilação: 20€ ano (eletricidade e desgaste da máquina)
Esfoliação: 5€ óleo de coco (4 vezes por ano) + 2€ açúcar (1 vez por ano)
Hidratação: 1€ óleo de amêndoas doces (6 vezes por ano) + 15€ (1 vez por ano)
Total: 63€

 

Quanto gastaria com outras opções?

Depilação: 25€ em esteticista (12 vezes por ano)
Esfoliante: 10€ por embalagem (5 vezes por ano)
Hidratação: 3€ por creme (6 vezes por ano)
Total: 368€

 

Quanto poupo com as minhas unhas?

Na minha vida INTEIRA fui à manicure, no máximo, três vezes e à pedicure fui apenas uma vez, quando casei. Mas posso garantir-te que nunca me vais ver com os pés cheios de calos ou super gretados porque acho isso muito feio. Por outro lado, confesso que tenho cuidados muito básicos nestas duas áreas, limito-me a cortar as unhas, hidratar (com o mesmo óleo que utilizo no corpo e vaselina), pintar as unhas das mãos muito raramente (em fases em que me apetece pinto todas as semanas, quando não me apetece simplesmente não pinto) e pintar as unhas dos pés no verão (porque ninguém merece, como diz a minha linda e fofa Martinha, andar com os amendoins à mostra).

 

Quanto gastos com as minhas unhas?

Manicure: 0€
Pedicure: 0€

Coisas pontuais como verniz e vaselina: 10€ (1 vez por ano)
Total: 10€

 

Quanto gastaria com manicure e pedicure?

Manicure: 20€ (12 vezes por ano, sendo 5€ a cada semana, ou manutenção de gel)
Pedicure: 20€ (12 vezes por ano, sendo 10€ a cada 15 dias)
Total: 480€

 

Quanto poupo com o meu rosto?

Neste ponto os valores podem ser muito díspares e é impossível fazer uma média, por isso, eu vou fazer os cálculos por baixo, (sim, por baixo e mesmo assim vamos ver quanto consigo poupar!).

O que eu utilizo para o rosto em termos de hidratação são apenas duas coisas, óleo de amêndoas doces à noite e creme Nívea, da lata azul, de manhã. Para esfoliar utilizo o mesmo que no corpo, por isso, o preço da esfoliação já está calculado lá em cima. E como desmaquilhante e limpeza utilizo água de rosas.

À semelhança do que partilhei em cima, também faço toda a depilação facial em casa, pelo que compro apenas bandas depilatórias de rosto uma vez por ano.

Depois sim, maquilho-me muitas vezes, quase todos os dias, porque adoro fazê-lo e aqui não poupo nada porque invisto, cada vez mais, em produtos com muita qualidade. É algo que valorizo.

 

Quanto gasto com o meu rosto?

Hidratação: 5€ na lata Nívea (4 vez por ano) o óleo de amêndoas doces já está contemplado acima
Esfoliação: 0€ já está contemplado acima
Limpeza: 1€ água de rosas (6 vezes por ano)
Depilação: 5€ de bandas depilatórias (1 vez por ano)
Total: 31€

 

Quanto gastaria com outras opções?

Hidratação: 3€ creme de rosto dia Cien e 3€ creme de rosto noite Cien, que são assim os mais baratos do mercado (6€ 4 vezes por ano)
Esfoliação: 1,5€ esfoliante rosto Cien (4 vezes por ano)
Limpeza: 1,5€ água micelar Cien (4 vezes por ano)
Depilação: 15€ buço e sobrancelhas (12 vezes por ano)
Total: 216€

É importante alertar duas coisas nesta parte do rosto. Primeiro, só recomendo Cien, do Lidl, porque já experimentei e gosto muito (outras marcas brancas confesso que tenho muitas coisas más a dizer sobre elas). E segundo, estes são apenas cuidados básicos a um preço MUITO reduzido, o que significa que a poupança aqui poderia ser de centenas de euros.

Agora sim, vamos fazer as contas totais (estou muito curiosa!).

 

Quanto gasto anualmente em cuidados de corpo e beleza?

Somando todas as parcelas, gasto cerca de 174€.

 

Quanto gastaria anualmente em cuidados de corpo e beleza com as opções comuns, a preços muito controlados?

Somando todas as parcelas, gastaria cerca de 1374€.

Feitas as contas, todos os anos poupo mais de 1000€ em cuidados de corpo e beleza, mais precisamente 1200€. É ainda preciso referir que há outras opções de higiene e cuidados feminino que poderiam ser aqui incluídas e os valores seriam ainda mais dispares. Por exemplo, a utilização do copo menstrual, ou o facto de utilizar sabonete de glicerina em vez de gel de banho, mas, como referi no início, vamos deixar de parte o que é considerado higiene do dia-a-dia.

O que achaste destes valores? Para mim foram verdadeiramente surpreendentes, confesso, não tinha a mínima noção de quanto poupava por ter todos estes cuidados em casa e essa foi uma das razões pelas quais decidi fazer este artigo, porque aquilo que fazemos ‘na vida real’, no dia-a-dia, é o que faz realmente a diferença.