Segredos da Mente Milionária – Resumo

PARTE 1: O TEU MODELO DE DINHEIRO

Uma parte totalmente centrada na forma como pensamos o dinheiro e sobre como esses pensamentos influenciam o nosso sucesso ou insucesso financeiro. Juntamente com a ideia de que não basta estar no lugar certo na hora certa, temos que ser a pessoa certa, no lugar certo, à hora certa.

O autor identifica ainda três características que determinam o grau de sucesso de cada pessoa: caráter, pensamento e crenças. E os quatro quadrantes na vida aos quais devemos dar atenção: o mundo físico, o mundo mental, o mundo emocional e o mundo espiritual. Sendo que o mundo físico é apenas uma impressão dos outros três e é com esses três que devemos ter especial cuidado.

É neste capitulo que somos introduzidos nas famosas declarações que posteriormente são partilhadas ao longo do livro e que funcionam como um poderoso segredo para a mudança. Uma declaração não é mais do que se pronunciar em voz alta o que se vai fazer, mas é importante distinguir declaração de afirmação, já que a afirmação é como se já estivéssemos a fazer algo e não estamos e a mente tende a entender como um engano, enquanto a declaração é algo que assumimos que vamos fazer, o que é mais assertivo e real.

Por fim, o autor apresenta o processo de manifestação de qualquer tipo de resultado e explica como podemos corrigir algumas crenças passadas passo-a-passo para abraçarmos o futuro envolvidos em pensamentos prósperos.

PROCESSO DE MANIFESTAÇÃO [PP > P > S > A = R]
Programação passada conduz aos teus pensamentos
Pensamentos conduzem a sentimentos
Sentimentos conduzem a ações
Ações conduzem a resultados

PARTE 2: ARQUIVOS DE RIQUEZA

Na segunda parte entramos nos 17 arquivos de riqueza partilhados por Harv, que nada mais são do que novas formas de moldarmos a nossa mente, criando novas crenças, que nos ajudam a tomar decisões financeiras mais prósperas em cada dia.

AR 1

As pessoas ricas acreditam que está nas suas mãos criar a sua própria vida. Devemos evitar, se não erradicar, a vitimização, a constante justificação dos nossos atos e o queixume.

AR 2

As pessoas ricas entram no jogo do dinheiro para ganhar. Têm uma atitude vencedora, por oposição a um pensamento de ‘vou tentar’ ou ‘vou ver se dá’. Importância também dada a objetivos ambiciosos que mesmo que não se concretizem na totalidade já nos vão fazer estar muito acima de média. Atirar para as estrelas e se conseguirmos a lua estaremos alguns passos à frente de uma vida medíocre.

AR 3

As pessoas ricas assumem o compromisso de serem ricas. O compromisso que promove a disciplina na buscar por uma vida próspera.

AR 4

As pessoas ricas pensam em grande. Pensam em escala, pensam como podem ajudar muita gente e dessa forma conseguir, como consequência, um retorno interessante.

AR 5

As pessoas ricas focam-se nas oportunidades. Praticar o otimismo, ser grato pelo que se tem e focar-se no que se tem para dar o próximo passo e não no que não se tem.

AR 6

As pessoas ricas admiram outras pessoas ricas e bem-sucedidas. Não trabalham a inveja, mas sim a bênção quando alguém tem mais do que elas.

AR 7

As pessoas ricas procuram a companhia de pessoas ricas e bem-sucedidas. Inspiram-se em histórias de vida de pessoas ricas mundialmente conhecidas. E dão-se a experiência ricas enquanto ainda não atingiram a riqueza para estimular a ideia de que merecem ser ricas e se sentem confortáveis a ambientes que antes achavam que lhes eram vedados.
Desligam-se de pessoas, programas e coisas que não lhes acrescentam e afastam conversas destrutivas.

AR 8

As pessoas ricas gostam de se promover. Sabem a importância de se divulgar e não têm medo de cobrar pelo seu trabalho porque acreditam que estão a prestar um serviço de excelência. Marketing e vendas como matérias importantes ao longo da vida.

AR 9

As pessoas ricas são maiores que os seus problemas. As pessoas ricas resolvem problemas e não fazem um drama com os problemas que têm. Pensam na solução (sabem que existem sempre várias) e não se focam no problema.

AR 10

As pessoas ricas sabem receber. Seja dinheiro seja elogios. Agradecem quando recebem um elogio e não sentem que têm que devolver o elogio, já que quem elogia tem prazer em fazê-lo e não o faz para ter algo de volta.
As pessoas ricas festejam o dinheiro que recebem porque, essa felicidade, atingida com determinado recebimento, funciona como um íman para receberem mais dinheiro.
As pessoas ricas cuidam-se e sabem que são merecedoras do dinheiro que têm, oferecem-se experiências que traduzem esse merecimento.

AR 11

As pessoas ricas preferem ser remuneradas pelo resultado e não pelas horas que trabalham. Sabem que as horas são limitadas e, por isso, são um limite à possibilidade de crescer a sua riqueza, sendo que, por oposição, os resultados não têm limite, assim como a riqueza que querem para si.

AR 12

As pessoas ricas pensam ‘eu posso ter as duas coisas’.
Posso ser rico e sem uma boa pessoa. Posso ser rico e ter tempo de qualidade para minha família. Não tenho de estar sempre a optar entre uma coisa e outra.

AR 13

As pessoas ricas focam-se no seu património liquido e não na sua receita mensal.
Quatro fatores do património líquido: aumentar os rendimentos, engordar a poupança, aumentar o retorno dos investimentos e diminuir os gastos pessoais, simplificando o estilo de vida..

AR 14

As pessoas ricas gerem bem o seu dinheiro.
o autor sugere a seguinte divisão das receitas:
10% Liberdade Financeira
10% Pote da Diversão
10% na Conta da Poupança para Despesas de Longo Prazo
10% na Conta da Instrução Financeira
50% na Conta de Necessidades Básicas
10% na Conta das Doações

AR 15

As pessoas ricas põem o seu dinheiro a trabalhar de forma árdua para elas
Importância da educação financeira hoje e sempre. Mudar o foco do rendimento ativo para o passivo por forma a atingir a liberdade financeira Sugestão de investimento imobiliário como uma das formas de rendimento passivo que o autor prefere.

AR 16

As pessoas ricas agem apesar do medo. Escrever sobre os medos e sobre a forma como os ultrapassaríamos caso esses medos realmente acontecessem. A importância de sair da zona de conforto para conquistar a vida com que sonhamos.
O reforço da ideias de ter os pensamentos certos para contrariar os pensamentos negativos e a voz do medo.

AR 17

As pessoas ricas estão sempre a aprender. A ideia de nos comprometermos com o nosso crescimentos e manter sempre a aprendizagem através de livros, cursos e seminários.

E O QUE FAZER AGORA?

O autor fecha todos os seus ensinamentos com um capítulo resumo que incentiva a:
Realizar os exercícios e proferir as declarações sugeridos diariamente.
Guardar na memória os arquivos de riqueza e utilizá-los no dia a dia
Executar o que foi aprendido ao longo do livro

Se quiseres comprar o Segredos da Mente Milionária, clica AQUI.