22 dicas para poupar dinheiro em viagem

Na sequência do tema ‘viagens’ que tem surgido tanto por aqui, como na página do Instagram, vamos falar sobre como poupar dinheiro em viagem. Já partilhei 5 sítios económicos para conheceres em Portugal este Verão, já falámos sobre 8 ideias para poupares na procura de férias, já te dei dicas de como poupar dinheiro para viajar e hoje, recuperando um podcast que lancei há cerca de um ano, vou dar-te 22 dias para poupar dinheiro em viagem, enquanto estás efectivamente a aproveitar ao máximo os teus dias de lazer.

Vamos ter dicas para quem viaja cá dentro, para quem viaja para cidades europeias (algo que agora está um pouco limitado, mas quem sabe no final do ano), ou ainda para quem viaja para locais mais distantes (neste caso talvez só em 2021), por isso, há formas de poupar para todos os gostos só tens que as adaptar ao local que escolheres.

Para ser mais fácil e útil fiz uma divisão por áreas, até porque podes ser o tipo de pessoas que valoriza investir o teu dinheiro em algumas áreas, como por exemplo comida e preferes poupar noutras, como por exemplo em souvenirs.

Mas, sem mais demoras, vou partilhar contigo as minhas dicas, todas elas vividas na primeira pessoa e que aplico em quase todas as minhas viagens, sempre que posso.

 

Como poupar dinheiro em comida durante a viagem

Evita refeições no aeroporto: refeições e bebidas, são caras e, embora hoje esta questão já esteja quase ultrapassada, muitas vezes nem sequer tens ofertas saudáveis e variadas.

Evita refeições em locais demasiado turísticos: às vezes basta sairmos da rua principal para uma rua secundária e os preços descem drasticamente.

Aproveita para desfrutar da comida de rua e experimentar a gastronomia local (street food): a melhor forma de conheceres os sabores locais e, para os mais cépticos, aproveita para ler algumas reviews antes de te atirares de cabeça em sítios pouco recomendados, tanto em termos de oferta como de higiene.

Se estiveres num alojamento com pequeno almoço incluído, faz uma primeira refeição reforçada, um almoço mais leve por exemplo em modo street food e, ao final do dia, repõe energias com uma refeição nutritiva ao jantar.

Se optares por ficar num apartamento aproveita a cozinha para confeccionar refeições rápidas. Passa no supermercado e guardar as refeições fora para aqueles restaurantes que não queres mesmo perder.

 
Como poupar dinheiro em moeda durante a viagem

Se vais trocar dinheiro atenção às taxas de câmbio e ao sítio onde é mais vantajoso fazeres este câmbio: pode ser cá em Portugal, ou no destino quando lá chegares. Faz a tua pesquisa um mês antes de embarcares já que há moedas que têm que ser encomendadas por haver pouca oferta por cá.

Faz um orçamento: se tiveres que trocar dinheiro é ainda mais importante uma vez que, se trocares pela moeda do país de destino e depois tiveres que trocar novamente porque sobrou, vai pagar as taxas de câmbio duas vezes e perder algum dinheiro nessas transacções.

Faz os pagamentos em dinheiro: as comissões bancárias podem revelar-se um susto quando vires o teu extracto no regresso a casa.

Se no destino reparares que o dinheiro não vai chegar para todos os teus planos, levanta uma quantia maior de uma só vez (controlada, claro), caso contrário vais pagar uma taxa por cada levantamento e essa taxa não é de todo agradável

 

Como poupar dinheiro em souvenirs durante a viagem

Souvenires: já partilhei algumas vezes o que acho sobre os souvenirs, mas vou repetir: ninguém liga a souvenirs!! Tu não lhes vais ligar quando chegares, a não ser que seja algo que queres mesmo trazer daquele destino. E os teus familiares, caso não te tenho feito nenhuma encomenda, também vão acabar por colocar a tua lembrança na gaveta.

Regateia: se vais mesmo comprar alguma coisa, regateia. Quase todos os locais do mundo te dão liberdade para discutir o preço final e vale mesmo a pena fazê-lo porque muitas vezes trazes o que queres por um preço 80% inferior.

 

Como poupar dinheiro em deslocações durante a viagem

Anda a pé: se estás num local minimamente seguro, em que tens várias atracções próximas, aproveita para andar muito a pé e respirar a cultura local.

Compra cartões de viagens em vez de viagens avulso: passes de 1 ou 3 dias são bem mais baratos quando vais utilizar muitas vezes os transportes público. E, dica bónus, muitas vezes estes passes dão descontos em algumas atracções.

Se não tens serviço de transfere, estuda o trajecto do aeroporto para o hotel antes de te meteres no primeiro táxi e teres que vender um rim para pagar a conta.

Se estás a viajar de carro, agrupa as atracções por proximidade e vê tudo o que estiver na mesma zona no mesmo dia. Quanto mais andares para trás e para a frente mais combustível vais gastar.

 

Como poupar dinheiro em atracções turísticas durante a viagem

Planeia bem o que queres ver, o que é realmente típico daquele local e nunca viste nada igual antes. Se há uma igreja que é paga e já viste dezenas delas pelo mundo, aquela pode muito bem ser só mais uma (ou não, investiga), por isso, pensa bem se queres gastar esse dinheiro e o teu tempo.

Em muitas cidades há dias em que os museus são gratuitos, aproveita e escolhe nestes dias os museus mais caros para visitar. Convém apenas que chegues bem cedo, afinal não serás a única pessoa a pensar desta forma.

Aproveita ao máximo todas as atracções gratuitas (jardins, praças, mercados, etc.) e vive nas ruas a cultura local.

Aproveita os descontos que os city cards, de que te falei há pouco nos transportes, têm para oferecer

 

Como poupar dinheiro em comunicações durante a viagem

Se queres ligar para a mamã todos os dias a dizer que estás linda e maravilhosa, há uma coisa fantástica que se chama wifi e outra que se chama whatsapp, na qual convém dares uma formação à mamã antes de ir embora. Ninguém merece pagar uma chamada da Rússia para cá. Já se estiveres na Europa não precisas de te preocupar porque, na maioria dos casos, os tarifários portugueses mantêm-se.

Se não houver wifi e estiveres num sítio remoto opta por enviar mensagens escritas curtas, ou levar um telemóvel desbloqueado e comprar um cartão específico para a viagem com o melhor tarifário, que convém que seja de carregamento para controlares o valor que gastas

 

Por fim…

Pesquisa sobre as melhores aplicações que te podem ajudar no local e que te vão sugerir atracções, restaurantes, viagens, roteiros e, claro, os melhores descontos.

Preparada para embarcar?