Como planear um roteiro de férias à medida

Como planear um roteiro de férias à medida sem recorrer a agências
Por falta de tempo para viagens pré-programadas, incompatibilidade das datas disponíveis em agências, ou simplesmente porque não querem pagar a alguém para definir as suas férias, muitas pessoas optam por fazer o seu roteiro de viagem.
 
Parece trabalhoso, mas é muito fácil e, na maioria dos casos, pode trazer mais-valias no que respeita a preços, locais de interesse a visitar e gestão de tempo.
 
Neste artigo encontras o passo-a-passo para te ajudar nesta tarefa.
 
Começa por definir datas, conciliar pormenores com os companheiros de aventura e definir um orçamento
Se optares por um número reduzido de pessoas será mais fácil encontrar harmonia relativamente a ideias e opções de locais para visitar.
Depois de acertada a companhia e as datas de viagens, é muito importante que se defina qual o valor que cada um está disposto a gastar.
 
Escolhe o destino, o meio de transporte a utilizar e faz as primeiras marcações
O segundo passo desta fase será marcar, logo à partida, os voos, uma vez que, quanto mais se aproximar da data, mais caros eles irão ficar. Se optares pelo carro, percebe se compensa fazê-lo desta forma. E, se a escolha recair sobre o comboio, valida a disponibilidade do mesmo nas datas combinadas.
Posteriormente poderas avançar para a marcação de hotel, casa (lembra-te do Airbnb e do Homeaway), hostel, parque de campismo, ou afins.
 
Define os pontos chave a visitar e desenha um roteiro
Compra um guia do local e saibe de antemão quais os locais que não podes deixar de visitar. Mas lembra-te de consultar o mapa, agrupando as excursões por zonas, para que o tempo e recursos sejam bem aproveitados.
 
É importante investigares os custos de cada atracção turística e perceber se estão todos de acordo quanto a valores. Mas é também essencial verificar se o que pretendes visitar está aberto no dia planeado e se será necessário chegar muito cedo (normalmente sim), ou comprar o bilhete de véspera.
 
Websites indispensáveis que irão ajudar no planeamento das férias
Portal das Comunidades Portuguesas com algumas dicas importantes sobre diversos países e informação sobre consolados e embaixadas espalhados pelo mundo.
Todos sites de entidades certificadas e que se referem ao destino escolhido.
Blogues e canais de Youtube de viajantes que já estiveram no local.
Todos os sites certificados dos museus e locais que pretendes visitar.
Sem dúvida, o TripAdvisor e o Gogobot, onde vais encontrar diversas opiniões sobre hotéis, restaurantes e atracções do destino.
O Airbnb (também existe a aplicação) e o Homeaway para procurar uma casa alugada a um preço de amigo e onde podes saber, logo à partida, as opiniões de quem já utilizou o serviço.
O Booking (também existe a aplicação), ou o TripAdvisor são bons parceiros se o objectivo é ficar num hotel.
Para marcar avião recorre à eDreams, à Momondo, ou à Skyscanner (também existe a aplicação). Mas podes também aproveitar estas sugestões utilizando-as para marcar hotel, ou pacotes que incluam hotel e avião.
Por fim, consulta o Accuweather para saber mais sobre o estado do tempo no país de destino. Este website dá-lhe informação para 45 dias.
 
 

Pontos (muito) importantes a ter em conta quando planeias uma viagem

 
Questões monetárias
Viajar em época baixa pode também ser uma boa opção quando o destino de sonho é um pouco mais dispendioso.
Compara preços. No caso dos hotéis tem atenção ao número de estrelas e localização, para que a comparação seja efectiva.
Define um orçamento realista que contemple, não só viagens e estadia, mas também entradas em atracções turísticas, refeições e, quem sabe, até alguns souvenires.
Se optares por ir de carro, lembre-te de verificar o estacionamento à chegada, uma vez que, este é muitas vezes pago e pode influenciar significativamente o teu orçamento.
Pensa em fazer um seguro de viagem. Claro que nada vai acontecer mas, ainda assim, podes prevenir.
Faz os câmbios necessários e leva algum dinheiro na moeda do país.
Não leves dinheiro contado. É muito importante teres uma verba para emergências.
 
Planeamento
Faz, antes de partir, as marcações possíveis e essenciais (avião, hotel, carro).
Pensa na chegada. Se for tarde, onde será o jantar? Como será o check in? Se fores acampar, haverá forma de montar o equipamento necessário? Se for cedo, o hotel já estará disponível? Onde poderás deixar as malas? Começarás logo as visitas? Após o impacto do primeiro dia, da primeira chegada, tudo irá fluir de forma natural.
Contempla períodos para descansar, repensar rotas, imprevistos, refeições e digerir o que já viste
Prevê alternativas, uma vez que, nem sempre os planos correm como previsto e tudo o que não queremos, em férias, são chatices.
Pensa numa mala de viagem adequada ao local.
Se visitares uma cidade europeia procura os bilhetes de alguns dias para transportes. Desta forma conseguirás melhores preços e poderás ter desconto em algumas atracções. Este é uma das situações que deves investigar antes da partida, ou de marcar, por exemplo, museus com antecedência.
 
Informações importantes
Leva contigo um mapa da(s) cidade(s).
Informa-te sobre o número dos locais de socorro (polícia, hospitais, bombeiros).
Deixa informações sobre o destino e hotéis a um parente.
Informa-te bem sobre os costumes locais, é ainda mais importantes estar integrado na sociedade quando viaja sem o apoio de uma agência.
 
Mas, o mais importante é que aproveites para relaxar e desfrutar. Se algo correr fora previsto, faz parte da aventura e não deve ser uma fonte de stress, mas sim de algumas gargalhadas.